sexta-feira, 30 de abril de 2021

Atleta brasileira de BMX pode ficar fora das Olimpíadas por descumprir quarentena em Portugal

Paôla Reis nos Jogos Pan-Americanos - Lima 2019

Vice-campeã pan-americana e integrante da seleção brasileira de BMX, a ciclista Paôla Reis descumpriu a quarentena obrigatória de 14 dias determinada pelo Comitê Olímpico do Brasil (COB) para os brasileiros que chegam a Portugal para o período final de treinamento antes das etapas da Copa do Mundo que irão definir as cotas olímpicas.


ATUALIZAÇÃO DO CASO: Paôla Reis foi suspensa e apresentou recurso que foi negado pela CBC


A informação foi dada pelo blog Olhar Olímpico, do UOL, e confirmada pelo blog Foto e Bike nesta sexta-feira, 30 de abril.


De acordo o Olhar Olímpico, ao furar a quarentena, Paôla Reis "foi punida pela Confederação Brasileira de Ciclismo (CBC) com sua exclusão de competições classificatórias". Ou seja, com a infração cometida a atleta se despede das chances de participar das Olimpíadas Tóquio 2020 que começam em julho de 2021.


"A Confederação Brasileira de Ciclismo está tirando minha oportunidade de classificar para os jogos de Tóquio. Estou fora dessa etapa do europeu e fora das etapas da Copa do Mundo, mesmo pagando por conta própria. A Confederação Brasileira se recusou a enviar uma autorização para competir este evento", afirmou Paôla Reis em rede social.


Em comunicado, a Confederação Brasileira de Ciclismo afirmou que "diante da gravidade dos fatos narrados e das provas produzidas" se abstem "de qualquer ação relacionada com os investigados, notadamente atividades relativas à participação da atleta em eventos que dependam de inscrições, registros ou congêneres de representação nacional ou da CBC, até decisão final desse processo".


Foto: reprodução/Facebook

Compartilhe essa publicação!

0 comentários:

Postar um comentário

 
Copyright © 2021 Foto e Bike.com • Direitos reservados | Escreva-nos: blogfotoebike@gmail.com
Template Design by BTDesigner • Powered by Blogger
back to top