Mostrando postagens com marcador mtb. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador mtb. Mostrar todas as postagens

terça-feira, 1 de junho de 2021

Henrique Avancini, Jaqueline Mourão e Luiz Cocuzzi são os nomes do Brasil nas Olimpíadas de Tóquio

Henrique Avancini, Jaqueline Mourão e Luiz Cocuzzi


A Confederação Brasileira de Ciclismo (CBC) divulgou a convocação dos atletas do mountain bike para as Olimpíadas de Tóquio na tarde desta segunda-feira, 31 de maio. O ranking de classificação olímpica foi finalizado após a etapa da Copa do Mundo de MTB em Nové Mesto, República Tcheca. 

O Brasil conquistou três vagas para o mountain bike cross-country para os jogos olímpicos de Tóquio: duas no masculino e uma no feminino. Os atletas confirmados após a convocação da CBC foram Henrique Avancini, Luiz Henrique Cocuzzi e Jaqueline Mourão, conforme presumido pelo blog Foto e Bike.

Os escolhidos no MTB para as Olimpíadas de Tóquio


Principal atleta de mountain bike no Brasil, Henrique Avancini disputará os jogos olímpicos pela segunda vez em sua carreira. Na primeira ocasião, concluiu na 23º na Rio2016 e, desde então, seus resultados foram históricos para o país na modalidade. Ele chega a Tóquio com chances de vitória.

Jaqueline Mourão, de 45 anos, vai participar pela sétima vez de uma edição de jogos olímpicos. Hoje competindo no mountain bike, a atleta já disputou no esqui cross-country em Olimpíadas anteriores.

No MTB, o melhor resultado de Jaqueline Mourão foi nos jogos olímpicos de Atenas, em 2004, quando terminou em 18º. Os jogos de Tóquio devem marcar o fim das participações da atleta em Olimpíadas.

Com 27, Luiz Henrique Cocuzzi vai representar o Brasil em Olimpíadas pela primeira vez. "Depois de muita superação, suor e muito trabalho ao longo dos últimos anos, chego aonde eu sempre sonhei estar", comentou o atleta em suas redes sociais.

As provas de Mountain Bike nas Olimpíadas de Tóquio serão disputadas entre os dias 26 e 27 de julho.
Leia mais...

segunda-feira, 31 de maio de 2021

Thiago Velardi "Feio" abre escola de bike em Jundiaí (SP)

Thiago Feio


Lenda nacional das modalidades de gravidade, um dos maiores construtores de trilhas do país e incentivador do esporte, Thiago "Feio" Velardi pretende passar seu conhecimento para novas gerações do MTB.

Conhecido por sua longa carreira com a bike, Thiago Velardi já fez um pouco de tudo sobre duas rodas. Praticando mountain bike desde 1994, ele é um dos maiores incentivadores do esporte no Brasil, sempre organizando provas, andando de bike com sua família e amigos,  participando de eventos e construindo trilhas nos quatro cantos do país, principalmente na cidade de Jundiaí, em São Paulo.

Recentemente, o atleta foi vice-campeão brasileiro de E-XCO. Além disso, ele representou o Brasil no primeiro campeonato mundial de E-MTB da história.

Responsável por boa parte dos cuidados com as trilhas da Serra do Japi, o atleta que ficou conhecido como Feio acaba de apresentar um novo projeto para a região: a Escola de Bike do Feio, um trabalho que promete passar um pouco de seu conhecimento para ciclistas de todas as idades e modalidades, com uma atenção especial para o aspecto social que a bike pode ter na vida dos mais jovens. 

"O objetivo é passar um pouco do conhecimento que adquiri ao longo de mais de 20 anos praticando MTB, e 15 competindo profissionalmente", comentou Thiago.

Escola do Feio - Foto: Fala Biker


"Não quero ensinar apenas a técnica, também assuntos relacionados com a prática do esporte como: noção do equipamento, meio ambiente, boas condutas, manutenção de trilha, leis de trânsito que influenciam a bike, história da bicicleta e do MTB, entre outros assuntos", complementou. 

"Com as aulas, podemos melhorar a cultura dos praticantes para sermos melhores vistos nos ambientes que frequentamos, principalmente pelas comunidades locais. Além disso, iremos realizar projetos sociais com jovens carentes de Jundiaí. Ensinar a andar de bike e ter respeito pela trilha, pela sociedade e pela natureza. Acredito que o esporte é uma ótima maneira de formar cidadãos conscientes", explicou Feio.

Escola de Bike do Feio em fase inicial de implementação


Especialista em criar percursos fluidos das diversas modalidades do MTB, Thiago Feio já deu início aos trabalhos de construção em sua Escola. A ideia é criar um pacote variado de opções, com obstáculos para ensinar ciclistas com diferentes níveis de pedal.

Cultura do Trail Building - Foto: Fala Biker


"Por enquanto, estamos construindo as trilhas, mas já temos bastante variedade de níveis e modalidades do MTB. Já fizemos um circuito para bikes sem pedal, para crianças, área de habilidade, trilhas de descidas e um circuito XCO de alto nível. A próxima fase será a infraestrutura com banheiros, área de alimentação, outras comodidades para os alunos, Pump Track, Dirt Jump e mais trilhas", explicou Feio. 

Devido ao atual momento da pandemia de Covid-19, o início das atividades vai acontecer sem grupos, e a matrícula poderá ser feita de forma mensal, bimestral, trimestral e semestral.

As aulas serão ministradas em até 4 dias da semana, com quatro horários por dia. Provando que a bike é para todos, a idade mínima para se matricular na Escola de Bike do Feio é de apenas 1 ano. Os valores serão divulgados em breve.

"Acreditamos no processo de aprendizado a longo prazo, tanto do lado de quem quer aprender, como do nosso de ensinar. E como nossa metodologia de ensino irá abranger outras disciplinas, é necessário mais tempo para ser produtivo e alcançar melhores resultados", explicou.

Experiência nas trilhas


Tendo estudado Educação Física, Thiago Feio  trabalha ensinando esporte de aventura desde 1999. As aulas de bike começaram no início dos anos 2000, com foco em turistas, treinamentos empresariais, recreação, condomínios e, recentemente, para diversos atletas de Cross-Country Olímpico, modalidade que cada vez mais exige habilidade e técnica dos pilotos.

Aulas para todos os sexos e idades - Foto: Fala Biker


"Minha aluna Fabiana Brandão foi Campeã Brasileira Master de XCO ano passado, depois de 2 meses de aulas específicas, já que ela vem do Cross-Country Maratona, que é menos técnico", explicou Feio, exemplificando um dos frutos de seu trabalho. 

"Faz mais de 10 anos que penso em dar aulas de bike, mas sempre acabei focando em competir, organizar eventos e construir trilhas. Aí, fui adiando este projeto. Agora, com o aumento dos praticantes e muita procura por aulas, decidi criar a Escola de Bike do Feio, em um local projetado especificamente para isso, já que muitos estão dando aulas em trilhas compartilhadas", complementou.

"Em um local exclusivo, a aula torna-se mais eficiente e segura, pois não tem interferência de outros praticantes", finalizou Feio. 

Para saber mais informações, acompanhe a Escola de Bike do Feio no Instagram.

Fotos: Fala Biker
Leia mais...

domingo, 30 de maio de 2021

Giugiu conquista seu melhor resultado na temporada europeia de 2021 até agora: 4º lugar

Giugiu competindo na República Tcheca


Giugiu Morgen continua competindo nas pistas da Europa com foco no Campeonato Mundial de MTB XCO e no último sábado, 29 de maio, participou da Strabag MTB Cup XCO, prova UCI Classe 1, da categoria júnior, fechando sua participação na quarta posição, melhor resultado da brasileira nas provas europeias em 2021.

A petropolitana vem de uma sequência de provas que começou no dia 8 de maio na cidade alemã de Albstadt e, até o momento, já contou com mais três competições na República Tcheca. Depois de passar alguns meses sem competir por conta da pandemia, o objetivo de Giugiu com sua temporada europeia é aprimorar seu ritmo em competições, em preparação para o Campeonato Mundial de MTB, seu principal objetivo da temporada.

Até o momento, a missão vem sendo cumprida, com os resultados de Giugiu melhorando semana após semana. 

Giugiu é P4 na Strabag MTB Cup XCO 2021


Disputada no circuito montado na cidade de Brno, a segunda mais populosa da República Tcheca, a Strabag MTB Cup XCO 2021 contou com disputas nas categorias elite e júnior, tanto no masculino quanto no feminino. Na semana passada, competindo na Izomat MTB Cup, a Giugiu havia conquistado um quinto lugar.

Giugiu em temporada na Europa
Giugiu em temporada na Europa - Foto: Javier Zubico


Na prova de Giugiu, as atletas percorreram cinco voltas, todas em um circuito bem fluído, com sequências de curvas com apoio em alta velocidade e muitos trechos com pedras - um prato cheio para quem gosta de pilotar a bike. Diferente do que aconteceu em outras disputas da atleta na Europa, desta vez a chuva e o frio não chegaram para atrapalhar a diversão. 

"A prova foi muito boa. Senti as pernas boas e, nas primeiras duas voltas, andei mantendo o contato com o primeiro pelotão. Depois disso, senti um pouco o ritmo e fiquei para trás, junto com mais algumas atletas", comentou Giugiu. 

"Na terceira volta consegui abrir uma vantagem sobre elas na quarta colocação, e fui segurando até a linha de chegada", complementou. A vencedora do dia foi a alemã Finja Lipp. 

Com o resultado, Giugiu soma mais 14 pontos UCI. A atleta segue na nona colocação no ranking mundial, totalizando 295 pontos. 

"Vim para a Europa com o objetivo de reencontrar meu melhor desempenho. Nas primeiras provas sofri mais com o ritmo, com o frio e com a chuva, mas agora já estou me sentindo muito melhor. Sinto que minha forma evoluiu da semana passada para esta, e espero estar ainda melhor nas próximas semanas", finalizou a atleta de 17 anos. 

Próximas provas de Giugiu na Europa e América do Sul


No próximo fim de semana, nos dias 4 e 5 de junho, Giugiu estará na França, participando da Copa França de MTB. Já na semana seguinte, ela vai para a Suíça, onde será realizada a Copa França de MTB. Na Suíça, no dia 19 do mesmo mês, ela largará na Proffix Swiss Bike Cup, finalizando sua temporada na Europa.

De volta para o Brasil, Giugiu vai para Congonhas, em Minas Gerais, disputar a final da Copa Internacional de Mountain Bike, no dia 2 de junho. No dia 11 do mesmo mês, ela larga na Copa Juvenil Mezuena, competição que acontece na Colômbia. Já no segundo semestre, ela retorna para a Europa para disputar o Campeonato Mundial de XCO, competição que acontece no dia 25 de agosto em Val di Solle, Itália.

Fotos: Javier Zubico
Leia mais...

quarta-feira, 26 de maio de 2021

Provas de Giugiu nas pistas da Europa têm como foco o Campeonato Mundial de MTB XCO

Giugiu Morgen competindo em Nové Mesto


Depois de ficar sem competir por alguns meses, o retorno de Giugiu Morgen, ciclista da Sense Factory Racing, para as pistas da Europa tem um objetivo claro: preparar a ciclista para o Campeonato Mundial de MTB XCO, principal meta da atleta para a temporada de 2021. 

Por conta disso, Giugiu vai passar dois períodos desse ano competindo do outro lado do Atlântico. O primeiro, que começou com a Copa do Mundo de XCO na Alemanha no dia 5 de maio, vai estender-se por mais algumas semanas. Após ter fechado a Izomat MTB Cup, na República Tcheca, em quinto lugar no dia 22 de maio, já no próximo sábado, dia 29, a ciclista tem mais uma prova nesse país: a Strabag Cup Brno.

Depois disso, Giugiu já tem em seu calendário mais quatro competições da UCI Junior Series XCO, sendo as três primeiras delas na Europa. Nos dias 4 e 5 de junho, será realizada a Copa França de MTB. Na Suíça, nos dias 19 e 20 do mesmo mês, acontece a Proffix Swiss Bike Cup. Na semana seguinte, a atleta vai para a Itália, onde ela larga na quinta etapa da Internazionali d'Italia Series.

De volta para a América do Sul, Giugiu larga, no dia 11 de julho, na Copa Juvenil Mezuena, competição que acontece na Colômbia. Já no segundo semestre, ela retorna para a Europa para competir no Campeonato Mundial de XCO, competição que acontece no dia 25 de agosto em Val di Solle, Itália.

Foto: Javier Martinez
Leia mais...

sexta-feira, 21 de maio de 2021

Trincas nos quadros das bicicletas Sense: saiba o que a fabricante diz sobre o assunto

Homem andando em bicicleta da Sense


Na maioria dos grupos de ciclismo, sobretudo no Facebook, é quase certo encontrar pessoas falando sobre as bicicletas da Sense, de modo específico, sobre rachaduras e quadros da Sense trincados.

Os usuários relatam que o problema ocorre, geralmente na solda que une o seat stay ao seat tube. E não são poucos os bikers que fazem tal reclamação sobre os quadros da Sense nas redes sociais e sites de reclamação.

O blog Foto e Bike entrou em contato com o setor de dúvidas técnicas da Sense para esclarecimentos e conhecer quais ações a marca está tomando para que não ocorra mais tal tipo de problemas.

"Fizemos melhorias para corrigir os problemas de quebra dos quadros", afirmou a equipe de relacionamento da Sense ao listar os principais investimentos para a solução do problema.

Quais melhorias a Sense fez e está fazendo para corrigir o problema?


Dentre os investimentos e melhorias, a Sense informou ao blog Foto e bike que contrataram "uns dos melhores engenheiros de solda no Brasil" e "fizemos grandes investimentos em maquinários e dispositivos para cada vez mais melhorar a qualidade", afirmou.

Tendo em conta que o foco do problema apontado pelos usuários está na solda dos quadros das bicicletas, a Sense disse ter feito melhorias em "todos os processos de solda e parâmetros de tratamentos".

"Testamos todos os nossos quadros na Europa, em laboratório independente, conforme os testes da ISO (norma Europeia); investimos em um laboratório interno a fábrica, com processos de metalografia para análise de qualidade de solda", declarou.

Além disso, a Sense também afirmou ter dobrado a intensidade dos testes em máquinas de fadiga e que estão investindo em análise e testes dos tubos dos quadros através de método de metalografia de varredura a fins de sanar todo e qualquer problema relativo a trincas.

Por fim, as bicicletas da Sense já serão produzidas sendo resultado das medidas de correção e investimentos feitos pela empresa.

"Estamos aumentando nossa capacidade fabril com uma nova fábrica e aumento do quadro pessoal para que possamos inovar tecnologicamente e aperfeiçoar processos com intuito de gerar mais qualidade aos nossos produtos".

"Problemas podem acontecer, mas estamos muitos seguros em relação a engenharia e qualidade dos quadros produzidos para atender a garantia e os modelos 2021/22", concluiu.

Imagem de destaque: reprodução / Sense
Leia mais...

quarta-feira, 19 de maio de 2021

Saiba como participar da Copa do Mundo de MTB no Brasil, em 2022

Henrique Avancini competindo em avancini em Mont Saint Anne, agosto de 2019


Entre os dias 8 e 10 de abril de 2022 a Copa do Mundo de Mountain Bike será no Brasil, mas especificamente em Petrópolis, região serrana do Rio de Janeiro. O palco da prova será o São José Bike Club onde está o circuito Henrique Avancini.

Diante das muitas perguntas sobre como fazer para participar da Copa do Mundo de MTB no Brasil, em 2022, o organizador da Copa Internacional Michelin de Mountain Bike (CIMTB Michelin), Rogério Bernardes, e a  comissária da Union Cycliste Internacionale (UCI) e da Confederação Brasileira de Ciclismo (CBC), Regina Barbieri, falaram sobre algumas mudanças e esclareceram dúvidas.

Vale a pena lembrar que, para Petrópolis em 2022, vale a pontuação conquistada no calendário de 2021, portanto, a corrida para atingir os critérios já estão valendo. "Araxá deve ser o foco para quem planeja largar na Copa do Mundo no Brasil, em 2022", avalia Regina. Segundo ela, a prova de XCO, que será de 30 de julho a 1 de agosto, é a única prova na América Latina que tem pontuação Hors Class, o que significa que há distribuição de pontos até o 25º colocado.

"Isso é uma grande vantagem, porque quem fica em 11º ou 15º, por exemplo, ainda consegue acumular uma pontuação boa", explica. Ela também avisou que o Campeonato Brasileiro é uma excelente oportunidade de pontuação, sobretudo para atletas sub-23. "A UCI mudou a pontuação, e hoje, você pontua até o 10º colocado no short track do Brasileiro, sendo que, no ano passado era só até o 5º colocado. Além de ter aumentado a pontuação para 50 pontos para o primeiro, em comparação com 10 pontos no ano passado", lembra.

Regina explicou sobre os critérios para todas as categorias que participarão de Petrópolis 2022, que são a sub-23 e a elite tanto no feminino quanto no masculino (a categoria Júnior não correrá nessa etapa). Ela lembrou ainda, que além desses critérios, os atletas devem ser filiados à CBC e aptos a pontuar no ranking internacional. "É a CBC que cadastra esses atletas, então é importante lembrar desse detalhe".

A comissária ainda lembra que essas regras são revisadas anualmente pela entidade, então podem ocorrer mudanças até lá.

Sub-23 feminina


A UCI define que existem três formas de atletas sub-23 participarem das etapas da Copa do Mundo. A primeira é fazer parte de uma equipe UCI. A segunda é ter, no mínimo, 20 pontos no ranking internacional de XCO para poderem se inscrever na corrida de Petrópolis. Atualmente são duas essas atletas: Marcela Lima (Caloi Henrique Avancini Racing) e Laurien Miranda (Team Groove).

A terceira é ir como integrante da federação nacional. Segundo Regina, a seleção brasileira pode levar seis atletas normalmente, e como o Brasil está recebendo o evento, ganha o direito de ter mais seis competidoras em uma equipe B, somando 12 brasileiras no bolsão de largada pela seleção do Brasil, além das classificadas por pontos ou via equipe UCI. Caso as atletas não atinjam os critério da CBC, um número menor de competidoras pode ser convocado. Para saber quais os critérios para fazer parte da seleção brasileira de mountain bike em todas as categorias, acesse aqui.

Sub-23 Masculina


A entidade é mais criteriosa para esta categoria. Para alinhar em Petrópolis no ano que vem, o atleta precisa ter no mínimo 80 pontos no ranking da UCI. "É uma pontuação alta. Tanto que, atualmente, só um atleta brasileiro conseguiria largar por esse critério, que é o Gustavo Xavier", avalia Regina. Além disso, há a possibilidade de participar pela seleção, que em Petrópolis também terá direito a 12 atletas, seis principais e mais seis por ser a sede do evento, como na feminina.

Elite feminina e masculina


O critério é o mesmo para as duas categorias. É necessário ser federado na CBC, e ter um mínimo de 60 pontos no ranking UCI para competir com a camisa da equipe, uma pontuação menor que a sub-23. Outra possibilidade é ser convidado para correr pela seleção. No caso da Elite, não existe a equipe B, portanto, o Brasil pode ter até seis atletas competindo pela seleção na categoria mais alta em Petrópolis.

Foto de destaque: Bartek Wolinski / Red Bull Content Pool
Leia mais...

terça-feira, 18 de maio de 2021

Brasil conquista três vagas no MTB para Olimpíadas de Tóquio

Avancini liderando prova em Albstadt


O ranking de classificação olímpica foi finalizado e o Brasil conseguiu três vagas no MTB, sendo duas no masculino e outra no feminino, de acordo com informação divulgada pela União Ciclística Internacional (UCI), nesta terça-feira, 18 de maio.

Mesmo o Brasil sendo um dos países mais afetados pela pandemia do coronavírus, os atletas da seleção de MTB treinaram e pedalaram forte para fechar a classificação e garantir as vagas olímpicas.


Composto apenas por países, a pontuação do ranking classificatório reúne a somatória de pontos dos seus três melhores ciclistas no ranking mundial, tanto no masculino quanto no feminino. Os dois primeiros colocados conquistam três vagas, da 3ª a 7ª colocação tem direito a duas vagas, e da 8ª a 21ª posição fica com uma vaga.

O Brasil fechou a classificação na 4ª posição no masculino entre 96 nações. Já no feminino, conquistou a vaga ao terminar na 18ª posição entre 88 países.

Quais são os nomes da seleção de MTB nas Olimpíadas?


A CBC ainda não fez a convocação oficial dos atletas que irão representar a seleção brasileira de MTB nas Olimpíadas de Tóquio e informou que isso deverá ocorrer nos próximos dias no site da confederação após a publicação final de alocação de cotas da UCI.

Contudo, a comissária da UCI e da CBC, Regina Barbieri, participou de um podcast da CIMTB publicado em 6 de maio e especulou, devido às pontuações, que os representantes da seleção brasileira no MTB nas Olimpíadas de Tóquio deverão ser Henrique Avancini, Luiz Henrique Cocuzzi e Jaqueline Mourão.

As provas de Mountain Bike nas Olimpíadas de Tóquio serão disputadas entre os dias 26 e 27 de julho.
Leia mais...

Nino Schurter volta à liderança do ranking UCI sete meses após perder posto para Henrique Avancini

Nino Schurter retorna à liderança do ranking UCI


Após o final de semana com a etapa da Copa do Mundo de MTB, em Nové Mesto, na República Tcheca, o ranking UCI foi atualizado e o suíço Nino Schurter assume a liderança sete meses depois de ter perdido o posto de número 1 para Henrique Avancini.

Victor Koretzky caiu para a segunda colocação e sua diferença para Nino é de apenas 28 pontos. Avancini permanece em terceiro deste a atualização pós etapa de Albstadt: o brasileiro está agora há 96 pontos do líder.

Considerando até a 100ª posição, com exceção de Henrique Avancini, todos os brasileiros da Elite Masculina tiveram queda nas posições após a atualização do ranking UCI.

Guilherme Gotardelo Müller: 78º (perdeu 7 posições)
Luiz Henrique Cocuzzi: 83º (perdeu 16 posições)
Ulan Bastos Galinski: 90º (perdeu 1 posição)
José Gabriel Marques de Almeida: 94º (perdeu 3 posições)

Na Elite Feminina, considerando as 100 primeiras, Raiza Goulão aparece na 44ª posição.
Leia mais...

segunda-feira, 17 de maio de 2021

Giugiu supera chuva e muito frio para fechar em 19º etapa de Nové Mesto da Copa do Mundo de MTB 2021

Giugiu durante etapa de Nové Mesto em 2021


No último sábado, dia 15 de maio, a petropolitana Giuliana Morgen encarou mais uma dura competição na Copa do Mundo de Mountain Bike Cross-Country Olímpico. Correndo na categoria júnior, a jovem atleta de 17 anos encontrou duras condições climáticas e uma pista extremamente técnica para conquistar a décima nona colocação da etapa que foi vencida pela suíça Lea Huber.

Em 8 de maio, em sua estreia neste ano em competições na Europa, Giugiu fechou a etapa alemã da Copa do Mundo na 21º colocação, fazendo uma excelente prova de recuperação, após sofrer uma pequena queda pouco depois da largada.  

"A chuva chegou e mudou tudo! Largamos com sol e fiz uma ótima largada, mas na primeira volta começou uma baita chuva", explicou a atleta. 

Na mesma pista, em outubro de 2020, Giugiu fez sua estreia em Copas do Mundo. Na ocasião, ela garantiu a 13ª posição da prova realizada. Vale destacar que o circuito de Nové Mesto é um dos mais técnicos da temporada, com muitos trechos de pedras, saltos desafiadores e muitas raízes - obstáculos que ficam muito mais difíceis na chuva. 

Com o corpo molhado, a brasileira mais uma vez apostou na resiliência para superar o frio e a lama, fechando assim mais uma ótima apresentação contras as melhores do mundo em sua modalidade. 

Giugiu em Nové Mesto - 2021
Pista de Nové Mesto exigiu muita habilidade técnica - Foto: Javier Martinez


"Passei as duas primeiras voltas disputando o Top 12. Mas, na terceira volta, senti as pernas e achei melhor administrar. Nas duas últimas voltas foi na raça! O vento frio congelou meus pés, e minhas articulações estavam doendo. Fiquei feliz com o resultado, principalmente por ter superado alguns limites que eu jamais havia sentido", complementou Giugiu.

"Agradeço a todos pela torcida e agora continuo em busca da evolução", finalizou. 

Com o resultado, Giugiu sobe mais posições no ranking da UCI, a entidade máxima do ciclismo. Agora, a atleta está na 9º colocação, totalizando 281 pontos.

Próximos desafios


Nos próximos finais de semana, Giugiu encara mais duas competições na República Tcheca, a Izomat MTB Cup, que acontece no sábado, dia 22 de maio, e a Strabag Cup Brno, que será realizada no sábado, dia 29 do mesmo mês.

Depois disso, Giugiu viaja para a França e, para completar um ciclo de cinco semanas competindo em altíssimo nível na UCI Junior Series, a atleta encara a Copa da França de MTB, competição que acontece nos dias 4 e 5 de Julho. O principal objetivo da temporada da ciclista é o Campeonato Mundial de MTB XCO, competição que acontece entre 25 e 27 de Agosto em Val di Solle, Itália. 

Fotos: Javier Martinez

Leia mais...

Copa do Mundo de MTB 2021: resultados do XCO em Nové Mesto, República Tcheca

Largada da Elite Masculina em Nové Mesto, em 2021


A segunda etapa da Copa do Mundo MTB 2021 terminou neste domingo, 16 de maio, em Nové Mesto, República Tcheca, com o XCO. Tanto na Elite Feminina quanto na Masculina os resultados estão bem diferentes daquilo que se viu nas últimas edições do evento

Na Elite Feminina, as duas primeiras posições foram o inverso do que ocorreu no XCC de Nové Mesto: dessa vez Loana Lecomte fechou na ponta e Haley Batten foi a segunda colocada. Na sequência, Rebecca McConnell, Pauline Ferrand Prevot e Evie Richards.

Destaque especial para Pauline Ferrand Prevot que sofreu uma queda na terceira volta do XCC e não conseguiu completar a prova. A atleta chegou a ser levada para o hospital de ambulância por sentir dores na região abdominal, mas se recuperou a tempo de partipar do XCO da segunda etapa da Copa do Mundo, em Nové Mesto, e ainda garantiu um pódio.

Na Elite Masculina as duas primeiras posições do XCO, em Nové Mesto, foram invertidas (em relação ao XCC) entre os dois prometem estar sempre nas primeiros lugares nessa edição da Copa do Mundo de MTB desse ano: Thomaz Pidcock fechou em primeiro seguido por Mathieu Van Der Poel, dessa vez com vantagem. Completaram o pódio Mathias Flueckiger, Ondrej Cink e Jordan Sarrou.

Posição dos brasileiros em Nové Mesto


Henrique Avancini, que foi o brasileiro melhor colocado, terminou na 23ª terceira posição e recordou que foi a "primeira vez em quatro anos que fico fora do top 20 num evento de Copa do Mundo". "Hora de voltar pra casa e dar um reset", afirmou.

Luiz Henrique Cocuzzi terminou em 56º lugar e declarou estar muito feliz com o resultado. "Depois de muito, mas muito trabalho mesmo, consegui dar mais grande um passo para alcançar meu maior objetivo da carreira até agora, a vaga para representar o Brasil nas Olimpíadas de Tóquio".

Ainda entre os homens, Guilherme Muller fechou 75º enquanto Ulan Galinski concluiu a prova na 96ª posição.

Entre as mulheres Raiza Goulão terminou o XCO da Copa do Mundo em Nové Mesto na 62ª colocação e se disse frustrada pelo resultado longe do que esperava. "Preciso aceitar o que não estava no meu controle", declarou.

Jaqueline Mourão, a atleta mais velha a largar, com 45 anos, terminou na 71ª posição. "Agora apertar o 'reset' e focar na preparação específica para a bike", disse.

Top 10 do XCO na Copa do Mundo de MTB em Nové Mesto


Elite Feminina


1. Loana Lecomte, 1:25:13
2. Haley Batten, +1:39
3. Rebecca McConnell, +1:51
4. Pauline Ferrand Prevot, +2:10
5. Evie Richards, +2:27
6. Linda Indergand, +2:50
7. Sina Frei, +3:22
8. Jolanda Neff, +3:39
9. Anne Terpstra, +4:06
10. Anne Tauber, +4:33

Elite Masculina


1. Thomaz Pidcock, 1:20:55
2. Mathieu Van Der Poel, +1:00
3. Mathias Flueckiger, +1:15
4. Ondrej Cink, +2:00
5. Jordan Sarrou, +2:21
6. Alan Hatherly, +2:28
7. Nino Schurter, +3:04
8. Anton Cooper, +3:14
9. Titouan Carod, +3:37
10. Thomas Griot, +3:51

Foto de destaque: Captura de tela/Redbull TV
Leia mais...

sexta-feira, 14 de maio de 2021

Copa do Mundo de MTB 2021: resultados do XCC em Nové Mesto

Chegada no foto finish em Nové Mesto


A Copa do Mundo de MTB 2021 prometia ter resultados surpreendentes e até aqui está cumprindo a promessa, conforme foi visto na prova de XCC desta sexta-feira, 14 de maio, em Nové Mesto.


Na Elite Feminina a americana Haley Batten foi a mais rápida e venceu, para a surpresa de muitos. Na sequência estavam Loana Leconte, Jenny Rissveds, Annie Last e Linda Indergand.


A atual campeã, a francesa, Pauline Ferrand Prevot sofreu uma queda na terceira volta e, embora tenha tentado continuar, precisou desistir e não completou a prova. Durante a transmissão, uma das cenas mostrou a atleta no chão com a sobre a região abdominal, indicando dores no local.


Pauline Ferrand Prevot deixou o local da prova, em Nové Mesto, de ambulância e precisou ser levada ao hospital. As expectativas de que ela participe do XCO no domingo são grandes.


Já na Elite Masculina Mathieu Van Der Poel atacou novamente e venceu a corrida, mas com mais dificuldades que na etapa anterior, que foi em Albstadt. Dessa vez ele foi seguido de perto por Thomas Pidcock e o resultado final veio no foto finish.


Completaram o pódio Jordan Sarrou, Victor Koretzky e Maximilian Brandl. Nino Schurter terminou em 12º seguido de Henrique Avancini.


Top 10 do XCC na Copa do Mundo de MTB em Nové Mesto


Elite Feminina


1. Haley Batten, 23:35

2. Loana Leconte, +0:16

3. Jenny Rissveds, +0:21

4. Annie Last, +0:21

5. Linda Indergand, +0:23

6. Laura Stigger, +0:28

7. Evie Richards, +0:36

8. Sina Frei, +0:48

9. Kate Courtney, +0:49

10. Anne Tauber, +0:51


Elite Masculina


1. Mathieu Van Der Poel, 20:48

2. Thomas Pidcock, +0:00

3. Jordan Sarrou, +0:00

4. Victor Koretzky, +0:01

5. Maximilian Brandl, +0:03

6. Maxime Marotte, +0:06

7. Anto Cooper, +0:08

8. Lars Forster, +0:11

9. Luca Braidot, +0:12

10. Vlad Dascalu, +0:13


Horários da Copa do Mundo XCO de Nové Mesto 2021


Domingo, 16 de maio de 2021


XCO feminino: a partir das 6h

XCO masculino: a partir das 10h00


Transmissões ao vivo em português pela pela RedBull TV.


Imagem de destaque: captura de tela/RedBull TV

Leia mais...

quarta-feira, 12 de maio de 2021

Avancini cai para terceiro no ranking UCI após etapa de Albstadt na Copa do Mundo de MTB

O ranking UCI acaba de se atualizar após a etapa da Copa do Mundo de MTB, em Albstadt, e se confirmam as mudanças nas primeiras posições na Elite Masculina com Henrique Avancini caindo para a terceira posição e o francês Victor Koretzky assumindo a liderança.

Entre os três primeiros, Nino Schurter foi o único que manteve o posto permanecendo na segunda colocação do ranking UCI.

Ainda com as mudanças, a diferença é muito pequena e a disputa pelo topo do ranking UCI está aberta.

Chegada de Victor Koretzky ao topo

Depois de uma corrida brilhante, Victor Koretzky venceu Nino Schurter no último domingo, 9 de maio, na Copa do Mundo de Albstadt. Com esta vitória, ele alcançou a liderança geral para ele e para sua equipe, e isso também lhe valeu a ascensão ao topo do ranking da UCI. Uma classificação que reflete bem o percurso de cada ciclista e o bom tempo de Koretzky.

Henrique Avancini teve dificuldades na pré-temporada

O brasileiro largou em desvantagem para a pré-temporada de 2021 devido às restrições impostas por causa da pandemia. Avancini iniciu seu ciclo de competições na Europa em abril e, ainda assim, conseguiu uma quarta colocação no XCC de Albstadt e, no XCO, fechou em décimo. 

"Voltas intermediárias foram pesadas por não me encaixar bem na forma como o grupo estava andando. Final de prova um pouco crescente", declarou Avancini sobre o XCO, em Albstadt.
Leia mais...

segunda-feira, 10 de maio de 2021

Giugiu Morgen finaliza em 21º etapa alemã da Copa do Mundo de MTB 2021

Giugiu Morgen em Albstadt


A estreia da ciclista Giugiu Morgen em competições na Europa no ano de 2021, reservou fortes emoções para a atleta de 17 anos. Na cidade alemã de Albstadt, a atleta de Petrópolis (RJ) garantiu na manhã deste sábado (8) a 21ª colocação na disputa da categoria júnior feminino da UCI Junior Series, a Copa do Mundo UCI de Mountain Bike XCO, modalidade olímpica do esporte.

Para entrar na Alemanha, a atleta teve que passar 14 dias em total isolamento em um hotel em Portugal, realizando treinos indoor e seguindo todos os protocolos de segurança por conta da pandemia da Covid-19.

Giugiu, integrante da equipe Sense Factory Racing, teve um excelente início, quando estava nas primeiras posições do pelotão. "Fiz uma boa largada e me mantive no top 10. Entretanto, no fim da start lap (volta de apresentação), acabou me faltando experiência nessas corridas de nível mundial, uma vez que fui jogada para fora da pista, algo que pode acabar acontecendo com qualquer ciclista", destacou Giugiu.

"Caí para a 41ª posição e, volta após volta, consegui recuperar 20 posições. Agradeço a torcida de todos e as várias mensagens de apoio que eu venho recebendo. O carinho dos fãs é sempre importante e ajuda bastante. Agora é voltar a focar no processo e na evolução", complementou a atleta petropolitana, que ocupa a 9ª colocação do ranking mundial em sua atualização mais recente, de 4 de maio.

Novos Desafios - Copa do Mundo em Nové Město


A próxima prova de Giugiu já será na semana seguinte, também na Europa. A ciclista viaja para Nové Město na Moravě, na República Tcheca, onde será realizada mais uma etapa da Copa do Mundo UCI de Mountain Bike XCO. Lá, a expectativa é de encontrar terreno e estilo de prova totalmente diferentes da cidade alemã.

Giugiu Morgen em Albstadt
Giugiu Morgen durante etapa de Albstadt - Foto: Javier Martinez


"Em Nové Město muda tudo. A pista de lá é totalmente diferente do que em Albstadt. Na prova tcheca não se repete o que temos aqui na Alemanha, com suas subidas íngremes e descidas inclinadas, mas sim se destaca por ter um percurso bem técnico e explosivo", avaliou.

Foi em Nové Město na Moravě, em outubro de 2020, que Giugiu Morgen fez sua estreia em Copas do Mundo. Na ocasião, ela garantiu a 13ª posição da prova realizada. 

Depois disso, a atleta retorna ao Brasil e, na metade do ano, Giugiu deve voltar para a Europa por mais um período de cerca de dois meses. Nesta segunda volta ao velho continente, ela deve correr mais duas etapas da UCI Junior Series, e o Campeonato Mundial de MTB XCO - principal objetivo da atleta, a competição acontece entre 25 e 27 de Agosto em Val di Solle, Itália. 

Fotos: Javier Martinez
Leia mais...

domingo, 9 de maio de 2021

Resultados do XCO da Copa do Mundo de MTB 2021 em Albstadt



Nesse domingo, 9 de maio, aconteceu o XCO da primeira etapa da temporada 2021 da Copa do Mundo de MTB, em Albstadt, Alemanha. Tanto a prova feminina quanto a masculina foram intensas e espetaculares.


Na Elite Feminina a vencedora foi Loana Lecomte surpreendendo as estimativas do blog Foto e Bike, que a deixou de fora da lista das favoritas. A atual campeã do mundo, Pauline Ferrand Prevot, fechou em segundo, seguida de Haley Batten, Kate Courtney e Yana Belomoina.


Das brasileiras presentes na prova, Raiza Goulão fechou na 74ª posição e Jaqueline Mourão na 93ª. 


Já na Elite Masculina, Victor Koretzky foi o grande vencedor no XCO, ele era um dos cotados em nossa lista para superar uma possível vitória de Mathieu Van der Poel no cross-country olímpico. Essa foi a primeira vitória de Koretzky na Copa do Mundo. 


Superado por Nino Schurter Koretzky  no sprint final, Nino Schurter fechou em segundo seguindo de Mathias Flueckiger, Ondrej Cink e Tomaz Pidcock fechou o pódio.


Henrique Avancini fechou a prova na 10ª posição e declarou que foi um "bom começo". "Voltas intermediárias foram pesadas por não me encaixar bem na forma como o grupo estava andando. Final de prova um pouco crescente", disse.


O Brasil estava com mais três ciclistas na competição. Luiz Henrique Cocuzzi, que fechou em 36º conseguiu fazer uma prova consistente e com poucos erros e declarou que "saio satisfeito com meu resultado e confiante para o próxima final de semana". Ulan Galinski fechou a prova na 71ª posição. Guilherme Muller contudo sofreu uma queda e acabou não completando a prova.


Top 10 do XCO na Copa do Mundo de MTB em Albstadt


Elite Feminina


1. Loana Lecomte, 1:21:38

2. Pauline Ferrand Prevot, +0:53

3. Haley Batten, +1:15

4. Kate Courtney, +1:20

5. Yana Belomoina, +1:30

6. Anne Terpstra, +1:47

7. Linda Indergand, +1:57

8. Laura Stigger, +2:11

9.Jenny Rissveds, +2:54

10. Sina Frei, +3:03


Elite Masculina


1. Victor Koretzky, 1:20:23

2. Nino Schurter, +0:02

3. Mathias Flueckiger, +0:23

4. Ondrej Cink, +0:25

5. Tomaz Pidcock, +0:29

6. Anton Cooper, +0:30

7. Mathieu Van Der Poel, +1:13

8. Alan Hatherly, +1:19

9. Thomas Griot, +1:33

10. Henrique Avancini, +2:05

Leia mais...

sábado, 8 de maio de 2021

Resultados do XCC da Copa do Mundo de MTB 2021 em Albstadt


A primeira prova da Copa do Mundo de MTB da temporada 2021 aconteceu em Albstadt, na Alemanha, com o XCC feminino e masculino na sexta-feira, 7 de maio.


No feminino, a grande vencedora foi Pauline Ferrand Prevot, uma da apostas que colocamos na lista para vencer o XCC. No masculino, Mathieu Van der Poel deu na cabeça do pelotão e venceu - ele era o primeiro cotado em nossa lista. Henrique Avancini terminou o XCC em 4º lugar e destacou que foi o seu "melhor resultado na abertura da Copa do Mundo ate hoje". "Começo decente e muito satisfatório considerando meu momento e meus objetivos", disse.


Top 10 do XCC na Copa do Mundo de MTB em Albstadt


Elite Feminina


1. Pauline Ferrand Prevot, 20:37

2. Linda Indergand, +0:01

3. Annie Last, +0:02

4. Kate Courtney, +0:02

5. Loana Lecomte, +0:05

6. Rebecca Mcconnell, +0:06

7. Anne Terpstra, +0:08

8. Sina Frei, +0:10

9. Eva Lechner, +0:18

10. Jenny Rissveds, +0:18


Elite Masculina


1. Mathieu Van Der Poel, 20:39

2. Victor Koretzky, +0:02

3. Nino Schurter, +0:03

4. Henrique Avancini, +0:09

5. Mathias Flueckiger, +0:10

6. Jordan Sarrou, +0:11

7. Peter Disera, +0:11

8. Luca Braidot, +0:13

9. Nadir Colledani, +0:14

10. Alan Hatherly, +0:14

Leia mais...

quinta-feira, 6 de maio de 2021

Copa do Mundo de MTB Albstadt 2021: quem são as favoritas?

Chegada do feminino na Copa do Mundo de MTB


Nos dias 7 e 9 de maio acontece a primeira etapa da Copa do Mundo de Mountain Bike, em Albstadt, na Alemanha. Aqui no Foto e Bike já publicamos uma relação com os favoritos dessa primeira etapa no masculino. E no feminino: quem são as favoritas?


Tal qual no masculino, há várias mulheres com chances reais de conquistar uma vitória na Copa do Mundo de MTB, mas vamos arriscar e colocar alguns nomes na mesa!


Evie Richards


A britânica Evie Richards (Trek Factory Team) mostrou para todos em 2020 que pode estar despontando com uma potencial dominadora dos Short Track e para 2021 pode ser facilmente incluída na lista das principais favoritadas a cruzar a linha de chega na frente em Albstadt. 


Kate Courtney


Norte americana, Kate Courtney (Scott SRAM) foi ganhou em Albstadt em 2019 e nas últimas competições ela tem se mostrado muito forte. Porém, daquele ano para cá muitas mudanças ocorreram, mas ainda assim é nome forte para ganhar.


Pauline Ferrand Prevot


Pauline Ferrand Prevot (Absolute Absalon) é a atual Campeã do Mundo e a grande rival a ser batida. Porém, para 2021, é possível que suas maiores chances de vitória estejam no XCC de Albstadt.


E aí, concorda a nossa lista? Já corre lá para o Pinkbike e para montar seu time com as nossas sugestões. Não esqueça de olhar também a lista dos favoritos no masculino.


Horários da Copa do Mundo XCC XCO de Albstadt 2021


Sexta-feira, 7 de maio de 2021


XCC feminino e masculino: a partir das 12h20


Domingo, 9 de maio de 2021


XCO feminino: a partir das 6h

XCO masculino: a partir das 9h15


Transmissões ao vivo em português pela pela RedBull TV.

Leia mais...

quarta-feira, 5 de maio de 2021

Quem são os favoritos na Copa do Mundo de Albstadt 2021?

Henrique Avancini em Albstadt, 2019

A Copa do Mundo de Mountain Bike começa esta semana e a primeira etapa acontece em Albstadt, na Alemanha, nos dias 7 e 9 de maio. Em 2021, pela primeira vez na história da competição, não haverá novas sedes no calendário. Serão oito etapas, além do Campeonato Mundial, marcado para Val di Sole, na Itália. 


Vale dizer que há algumas temporadas não havia tantos ciclistas com chances reais de conquistar uma vitória na Copa do Mundo de MTB. Hoje tudo está diferente e as apostas para um vencedor estão mais difíceis e equilibradas. Ainda assim, vamos arriscar e listar alguns nomes que aparecem como favoritos para vencer a etapa de Albstadt neste ano, no masculino (confira também a lista das favoritas).


Mathieu Van der Poel


Desde 2019 sem competir em MTB, Mathieu Van der Poel (Alpecin Fenix) promete chegar com tudo a Albstadt e desponta na lista como um dos favoritos para o XCC de sexta-feira.


Na briga para não deixar Van der Poel chegar na frente, estão os atletas da KMC Orbea: Milan Vader, Thomas Litscher e Victor Koretzky. Dá para colocar o mexicano Geraldo Ulloa nessa lista também e uma vitória dele não seria uma surpresa.


Henrique Avancini


Atual dono do primeiro lugar no ranking da UCI, Henrique Avanci (Cannondale Factory Racing) não conseguiu fazer a pré-temporada que desejava. Devido às restrições impostas por conta da pandemia, o brasileiro só conseguiu em participar das competições da Europa em abril. "A gente corre atrás do prejuízo de peito aberto", disse Avancini. Ou seja, disposição para lugar e ganhar ele tem! E o seu projeto social 'Pedaling for a Reason', com ele mesmo afirmou, é mais uma motivação.


Nino Schurter


A Copa do Mundo está tão mudada e tantos com chances de ganhar que já não ver uma vitória de Nino Schurter (Scott SRAM) em Albstadt nesse ano pode não surpreender, ainda mais com ciclistas tão explosivos que podem levar a melhor em um sprint.


Mathias Fluckiger


Um dos ciclistas que mais obteve vitórias na pré-temporada foi Mathias Fluckiger. Considerando esse dado e também que ele foi o último a vender em Albstadt, Fluckiger e mais um dos cotados para quebrar a banca.


Jordan Sarrou


Por último, mas não menos importante nessa lista está o atual Campeão do Mundo: Jordan Sarrou. Recentemente ele declarou que Albstadt será o primeiro gol da sua temporada e que está chegando para ganhar.


Horários da Copa do Mundo XCC XCO de Albstadt 2021


Sexta-feira, 7 de maio de 2021


XCC feminino e masculino: a partir das 12h20


Domingo, 9 de maio de 2021


XCO feminino: a partir das 6h

XCO masculino: a partir das 9h15


Transmissões ao vivo em português pela pela RedBull TV.

Leia mais...

Abertas incrições para a grande final da CIMTB Michelin 2020

Edição de 2012 a CIMTB em Congonhas


As inscrições para a grande final da Copa Internacional Michelin de Mountain Bike 2020 (CIMTB Michelin) e Copa Sense CIMTB Maratona já estão abertas no site. As provas serão realizadas de 2 a 4 de julho, no Parque Ecológico da Cachoeira, em Congonhas. Pela primeira vez, o valor das inscrições pode ser dividido em duas parcelas no cartão de crédito, mas a opção do boleto continua. A entrada será restrita para os competidores com no máximo um acompanhante.

O evento funcionará com base no novo protocolo COVID-19 CIMTB Michelin, desenvolvido para as corridas deste ano. De acordo com as regras, será obrigatória a realização do teste PCR rápido, na barreira sanitária na portaria do evento. O resultado fica pronto em até 15 minutos. A organização está negociando o custo com laboratórios, e em breve divulgará os valores.

Evento oferece 39 categorias diferentes buscando incentivar e democratizar a participação de ciclistas de todos os níveis, separados por idade, peso, portadores de deficiência, cadeirantes e amadores. O evento será fechado ao público.

Para as categorias oficiais o custo é de R$ 160,00, com desconto de 50% para quem tem mais de 60 anos. A inscrição para a Super Elite é de R$ 200,00. Quem competir na Copa Sense CIMTB Maratona, pagará R$ 95,00 nas categorias individuais e R$ 40,00 na Categoria Turismo. Duplas e a Ultra pagam R$ 180,00. Um número limitado de bonés e camisetas da CIMTB Michelin está disponível para a compra no ato da inscrição por um valor promocional.

Lembrando que os atletas que pagaram pelo combo no ano passado já estão garantidos na competição de Congonhas e nas etapas de Taubaté e Petrópolis, portanto não precisam fazer suas inscrições. Basta irem direto na secretaria pegar seu numeral da bike e postal. 

Outro detalhe importante é que os competidores farão suas inscrições nas mesmas categorias que correram em 2020, mesmo que tenham mudado a faixa de idade do ano passado para cá. Além disso, os mais ávidos por competição podem participar de mais de uma categoria, caso preencham os requisitos, e correr nos dois dias do evento. Quem correr em uma das categorias da CIMTB Michelin no sábado, por exemplo, só poderá correr em uma das categorias Duplas no domingo.

A CIMTB Michelin será realizada no Parque Ecológico da Cachoeira, mesmo local onde ocorreu a primeira Copa Internacional na cidade de Congonhas, em 2005, em um circuito completamente novo e as informações detalhadas serão divulgadas em breve. .

FAÇA SUA INSCRIÇÃO:



REGULAMENTO E PROTOCOLO DE SEGURANÇA:


Leia mais...

terça-feira, 4 de maio de 2021

Caloi lança bikes elétricas full suspension

Caloi E-vibe Elite FS Pro

Nesse mês de maio chegam às lojas as duas novas bikes elétricas full suspension da Caloi. Os modelos Caloi E-Vibe Elite FS e Caloi E-Vibe Elite FS Pro são dois tipos de mountain bike que prometem ajudar o ciclista a desbravar qualquer desafio.


“Os modelos foram desenvolvidos para os amantes de trilhas que buscam ou precisam adicionar uma potência extra ao pedal. São bikes indicadas para todos os tipos de ciclistas, seja uma pessoa que não tem mais aquele condicionamento físico, mas quer seguir no esporte, neste caso a bike elétrica ajuda a superar os obstáculos, ou aquele ciclista que quer desbravar trilhas ainda mais difíceis e precisa de uma potência maior”, diz o gerente de produtos da marca, Marcos Ribeiro, que completa: “É a Caloi inovando mais uma vez e trazendo ao mercado brasileiro o que há de mais moderno em questão de bike elétrica”.


Os dois modelos têm bateria integrada com capacidade de 504Wh, proporcionando um visual clean e discreto no quadro. Com 250W de potência o modelo E-Vibe Elite FS vem com a linha Steps E7000 apresentando um motor com torque de 60N.m e o modelo E-Vibe FS PRO vem com a linha Steps E8000 apresentando um torque de 70N.m. Os componentes eletrônicos da linha Shimano STEPS, diferenciais que dão potência às bikes e confiança ao ciclista para ir mais longe, com uma autonomia de até 100km no modo ECO – conforme condições de teste Shimano. Todo o sistema elétrico é ainda resistente à água.


As suspensões dianteira e traseira – ambas apresentam um curso de 140 mm da marca RockShox – são também atrativos nos dois modelos, que têm geometria progressiva, outro fator que garante maior estabilidade e equilíbrio em descidas, além de uma posição mais relaxada de pilotagem.


Yuri Bogner, experiente ciclista brasileiro com mais de 20 anos no MTB Extremo, colaborou com a marca no desenvolvimento das bikes Caloi E-Vibe Elite FS e Caloi E-Vibe Elite FS Pro. Ele atuou diretamente em detalhes técnicos, assim como no desenvolvimento do grafismo de ambos os modelos.


“Estou muito feliz em ter participado do desenvolvimento das Mountain Bikes elétricas da Caloi, que é algo novo para mim. Conseguimos, em um ano de desenvolvimento, atacar todos os pontos e entender cada elemento para trazer uma bicicleta muito mais equilibrada e segura”, explicou Yuri.


Para divulgar o lançamento das duas bikes elétricas, a Caloi fará ações em pontos de venda, além de trabalhar os produtos em suas redes sociais. O conceito da comunicação incentivará os ciclistas a somarem suas potências à potência das bikes, já que as e-MTBs vieram para tornar o pedal mais divertido e levá-los mais longe.


Além das duas full suspension, a linha de mountain bike elétrica da Caloi conta também com o modelo hardtail Caloi E-Vibe Elite. Conheça mais sobre essa bike no site da empresa – www.caloi.com/e-vibe-elite.

Caloi E-vibe Elite FS
Caloi E-vibe Elite FS - Foto: divulgação/Caloi 


FICHAS TÉCNICAS


Caloi E-vibe Elite FS

Quadro de alumínio 6061 full suspension com Thru axle, post mount e bateria integrada

Suspensão: Rock Shox Revelation, Thru axle, Boost, 140 mm de curso

Suspensão Traseira: Rock Shox Deluxe Select – 140 mm de curso

RELAÇÃO 1X12: Câmbio traseiro: Shimano Deore M6100 / Cassete: Shimano Deore M6100 12v – 10-51D / Pedivela: Shimano FC E6100 – 170 mm (P / M / G) – 34D Trocadores: Shimano Deore M6100 12V

Sistema Shimano: STEPS E7000

Motor: DU-E7000 / 250W / Torque: 60 N.m

Bateria: SHIMANO BT-E8035 504Wh (36V 14Ah)

Nível de assistência: HIGH / NORMAL / ECO

Display: Ciclocomputador Shimano SC E7000

Autonomia: HIGH: 50 km / NORMAL: 75 km / ECO 100 km *conforme condições de teste Shimano

Cubos: Shimano MT410B

Freios: Hidráulico Shimano M4100 (Quatro Pistões) 

Rotores:  Shimano RT64 (Center Lock) 203mm Dianteiro e 203mm Traseiros

Canote: Retratil FSA Flowtron – 30.9 -150mm de curso

Pneus: Schwalbe HANSDAMPF 29X2.35 – Addix Soft – 67TPI

Guidão: FSA Grid 800x35mm 

Suporte de guidão: FSA GRID – 50x35mm – 6° de inclinação

Selim: SELIM S/ROYAL ESSENZA

Aros: Vzan Vplus 32 furos aro 29 (622x33)

Raios em Inox Jateado Preto

Manoplas: VELO VLG-884 com abraçadeira

Preço sugerido: 30.229,99


Caloi E-vibe Elite FS Pro

Quadro de alumínio 6061 full suspension com Thru axle, post mount e bateria integrada

Suspensão: Rock Shox Pike Select, Thru axle, Boost, 140 mm de curso

Suspensão Traseira: Rock Shox Super Deluxe Select – 140mm de curso

RELAÇÃO 1X12: Câmbio traseiro: Shimano SLX M7100 / Cassete: Shimano SLX M7100 12v – 10-51D / Pedivela: Shimano FC E8050 – 170 mm ( P / M / G) – 34D / Trocadores: Shimano SLX M7100

Sistema Shimano: STEPS E8000

Motor: DU-E8000 / 250W / Torque: 70 N.m

Bateria: SHIMANO BT-E8035 504Wh (36V 14Ah)

Nível de assistência: HIGH / NORMAL / ECO

Display: Ciclocomputador Shimano SC E8000

Autonomia: HIGH: 50 km / NORMAL: 75 km / ECO 100 km  

Cubos: Shimano MT410B

Freios: Shimano SLX M7100  (Quatro Pistões)

Rotores: Shimano RT70 (Center Lock) - 203mm Dianteiro e 203mm Traseiro 

Canote: Retratil FSA Flowtron – 30.9 - 150mm de curso

Pneus: Schwalbe HANSDAMPF 29X2.35 – Addix Soft – 67TPI

Guidão: FSA Grid 800X35mm 

Suporte de guidão: FSA GRID – 50X35mm – 6° de inclinação

Selim: SELIM S/ROYAL ESSENZA 

Aros: Vzan Vplus 32 furos aro 29 (622x33)

Raios em Inox Jateado Preto

Manoplas: VELO VLG-884 COM ABRAÇADEIRA

Preço sugerido: R$ 36.919,99

Leia mais...
 
Copyright © 2021 Foto e Bike.com • Direitos reservados | Escreva-nos: blogfotoebike@gmail.com
Template Design by BTDesigner • Powered by Blogger
back to top