quarta-feira, 27 de fevereiro de 2019

On board com Henrique Avancini na pista da 1ª etapa da CIMTB 2019


Às vésperas da primeira etapa da CIMTB Michelin, em Petrópolis (RJ), o atual segundo colocado no ranking mundial da União Ciclística Internacional (UCI), Henrique Avancini, pedalou no circuito e disponibilizou um vídeo do percurso. Ele assinou a pista que será batizada com o nome Circuito Henrique Avancini.

A inauguração do local será nos dias 3 e 4 de março. O valor para participar é de R$ 50 por dia. Atletas inscritos na CIMTB Michelin tem desconto de 50%. A primeira etapa do campeonato acontece nos dias 9 e 10 de março no Vale do Cuiabá, em Itaipava.




Leia mais...

Vídeo mostra ciclista pulando da bicicleta para não ser atropelado

Em Sinop (MT), um ciclista escapou ileso de um acidente com uma carreta. Nas imagens, é possível ver o momento e que o motorista dá seta para direita e inicia a curva para o lado sinalizado. Durante a manobra, o veículo atinge o ciclista que, por reflexo, pulou da bicicleta e salvou sua vida.






A bicicleta ficou completamente destruída embaixo da carreta. A Guarda Municipal o motorista afirmou não ter visto o ciclista. Ele realizou teste do bafômetro que deu resultado negativo para ingestão de bebida alcoólica.
Leia mais...

quarta-feira, 20 de fevereiro de 2019

Jaqueline Mourão confirma participação na CIMTB Michelin, em Petrópolis


A Copa Internacional Michelin de Mountain Bike (CIMTB Michelin) reúne os melhores atletas de mountain bike, tanto aqueles experientes como Jaqueline Mourão, de 42 anos, quanto aqueles que buscam se profissionalizar diariamente, como Giuliana Morgen, de 15 anos. As atletas Sense Factory Racing já confirmaram a participação na primeira etapa do evento que acontece entre 9 e 10 de março em Petrópolis.




Desta vez, a CIMTB Michelin será uma reestreia para a multiatleta Jaqueline. A competidora que volta às pistas da CIMTB Michelin após 11 anos quando foi a primeira mulher brasileira a representar o Brasil no mtb em Jogos Olímpicos. Jaqueline representou o país em Atenas 2004 e Pequim 2008. Foi a melhor brasileira no ranking da União Ciclística Internacional (UCI) até hoje, chegando a ficar ficar em 7º lugar. Atualmente, com 42 anos, Jaqueline é a única brasileira que participou das Olimpíadas de Verão e de Inverno.

Na CIMTB Michelin, a multiatleta é bicampeã, sendo que ela levou o título geral em 2006 e 2008. O evento faz parte da história esportiva de Jaqueline. “A CIMTB tem um lugar todo especial na minha carreira. Comecei a competir ainda quando era Ametur. É muito bom ver toda evolução do evento, que foi fundamental para o crescimento do MTB no Brasil”, disse.




Para Jaqueline, o evento é uma oportunidade de preparar o atleta que almeja o profissionalismo. “A CIMTB proporciona aos atletas brasileiros a oportunidade de vivenciar toda a grandiosidade de um evento internacional e prepara para os competições fora do país. A estrutura e organização são gigantes, digno de copas do mundo e assim pode se preparar tanto fisicamente quanto mentalmente para provas grandes”, disse. A atleta completou, “As pistas também são muito exigentes e minuciosamente elaboradas. O que facilita esta transição e vivência internacional”, concluiu.


Quem já busca esta experiência e almeja o profissionalismo, é a companheira de equipe de Jaqueline, Giuliana Morgen. Com 15 anos, a jovem já possui no currículo, dentre vários títulos, a de campeã pan-americana juvenil 2018. “Eu sempre tive este sonho, de ter uma mulher no mesmo time que eu para que eu pudesse me espelhar nela. E é isso que a Jaqueline me proporciona. Eu sei que ter ela na mesma equipe, me dá a chance de adquirir grandes experiências e cada vez mais evoluir como atleta e como pessoa”, comentou.

Leia mais...

terça-feira, 5 de fevereiro de 2019

Empresa envia bicicletas de 3 mil dólares em caixas de TV para evitar danos no frete

Caixa usada pela empresa para enviar bicicletas

Para solucionar os problemas com danos às bicicletas durante o transporte, uma empresa holandesa de bikes elétricas, a VanMoof, passou a fazer o envio de seus produtos, que custam a partir de $3000, em caixas de TV.

Quem já recebeu bicicletas arranhadas ou com algumas partes amassadas devido à falta de cuidado durante o transporte sabe o quão ruim é receber um produto em tais condições. A ideia criativa da VanMoof reduziu os danos na bicicletas, visto que os entregadores manuseiam com mais cuidado o objeto ao pensarem que se trata de uma televisão frágil.

"Estávamos sofrendo enormes danos na entrega, especialmente nos EUA, e enfrentando grandes despesas com devoluções, substituições e reembolsos", disse Taco Carlier, co-fundador da VanMoof, à CNNMoney.

A VanMoof começou a adotar essa estratégia em 2016 e desde então, os problemas com bicicletas danificadas durante o processo de transporte para entrega reduziram para menos de 80%.

"Foi realmente incrível", disse Carlier. "Quase não recebemos mais reclamações".

Bicicleta da VanMoof
Bicicletas da VanMoof custam a partir de $3000. Foto: Divulgação

A iniciativa do pessoal da logística da VanMoof foi tão genial que a empresa não pode nem ser questionada por fazer propaganda enganosa. Eles não informam que existe de fato uma TV dentro da embalagem. Só há desenhos do aparelho impresso na caixa e dentro dessa ilustração, uma bicicleta. Uma estratégia brilhante.
Leia mais...

segunda-feira, 4 de fevereiro de 2019

Avancini assina pista da CIMTB Michelin e se prepara para inauguração Petrópolis

Circuito Henrique Avancini. Foto: Divulgação/CIMTB

Desafiadora e divertida. Foi assim que o campeão mundial de Maratona, Henrique Avancini (Cannondale Factory Racing) definiu a pista de Cross Country Olímpico (XC) da CIMTB Michelin de Petrópolis assinada por ele. O evento acontece nos dias 9 e 10 de março e está com as inscrições abertas. A pista será inaugurada antes do evento, nos dias 3 e 4 de março (domingo e segunda de carnaval) e batizada de Circuito Henrique Avancini. Para participar da inauguração, o atleta pode se inscrever no local e no mesmo dia por um valor de R$ 50 para os dois dias. Os acompanhantes dos atletas não pagam.




As inscrições para a CIMTB Michelin estão abertas. A organização do evento fechou parcerias com os hotéis da cidade que apoiam o esporte. Acesse aqui e reserve com os parceiros do mountain bike.

O local já sediou o Campeonato Brasileiro de 2015 e agora foi modificado dentro dos padrões da CIMTB Michelin e com a assinatura de Avancini. “Está mais trabalhado em relação ao brasileiro e a grande diferença é que uma pista que demanda base de pilotagem. Então, se você tem base de pilotagem, em uma ou duas voltas você vai dominar o circuito, se você não tem, você vai perceber com facilidade quais os tipos de técnica que você tem que trabalhar. Todo circuito se torna fácil quando você tem o domínio da técnica, quanto maior o domínio, a dificuldade vem pela velocidade maior”, comentou Avancini.




Henrique contou que o atleta pode esperar bastante subidas, porém com uma fluidez maior em comparação à outras pistas no país. “No Brasil, nossos circuitos tem a características de serem um pouco mais travados. Nessa etapa da CIMTB será percurso que tem exigência física, pois sobe mais do que geralmente as pistas no Brasil sobem, com uma altimetria por quilômetro muito próximo do que é uma Copa do Mundo na Europa, porém teremos uma fluidez muito maior. É um circuito com menos frenagem. Você vai usar os freios para controlar a bicicleta, não tem muito zigue-zague e não tem muitas curvas lentas”, disse Avancini

Para o atleta, XCO tem que ser desafiador mas também divertido. “É um circuito mais trabalhado, a gente tem muitas curvas trabalhadas, trechos de transposição, como por exemplo, rochas, pequenos saltos. Uma vez que você dominar o obstáculo, você vai passar com velocidade, com segurança e vai conseguir passar por lugares visualmente imponentes, Vamos trazer o conceito de pilotagem, construído, calculado. Não tem nada na pista que não foi aproveitado”, afirmou Henrique. Ele também disse que teve cuidado com relação aos tempo. “A gente calculou muito bem cada obstáculo, sequência de tempo de subida com tempo de descida, as conexões, as transições, os trechos planos para que fique uma pista onde todos os atletas consigam andar, sejam desafiados e se divirtam”, afirmou.




A pista foi construída no Sítio São José. Os proprietários informaram que “Juntamente com Henrique Avancini estamos investindo no desenvolvimento do esporte e o Circuito Henrique Avancini tem este propósito, lembrando que muitos atletas amadores começaram a pedalar regularmente após a edição do brasileiro em 2015. Contamos com a colaboração de alguns empresários da região que estão fornecendo materiais e máquinas para a melhoria percurso. Esperamos uma parceria duradoura com a CIMTB, com outros organizadores e assessorias de treinamento para que possamos atingir nossos objetivos a longo prazo.”, afirmou.

Para o organizador do evento, Rogério Bernardes, "a experiência como atleta e o comprometimento com a construção da pista do Henrique aliado às exigências que temos na CIMTB Michelin rendeu uma pista espetacular. Temos uma pista segura e que atende todos os atletas, do amador ao profissional, do iniciante ao experiente, da mesma forma. Todos os locais técnicos possuem uma passagem lateral mais fácil, um pouco mais lenta, sem risco para o competidor. E para quem vier ao Vale do Cuiabá, seja o atleta, familiares ou publico, vai encontrar um local de beleza natural ímpar e com topografia ideal para uma pista de mountain bike. E o mais importante é que todos estão com o mesmo foco em fazer um evento maravilhoso."
Leia mais...

Avancini inicia temporada 2019 com vitória na SA Cup

Henrique Avancini durante a SA Cup. Foto: Instagram/Henrique Avancini

Atual campeão mundial de XCM, Henrique Avancini (Cannondale Factory Racing) iniciou sua temporada de competições 2019 com vitória obtida neste final de semana na SA Cup, em Bellville, na Cidade do Cabo. Avancini ficou com a primeira colocação ao cravar o tempo de 1h21m50s.




O neozelandês Sam Gaze, com quem Avancini teve uma boa batalha nas últimas voltas, ficou em segundo (1h22m23s). Alan Hatherly, do país sede do evento, fechou em terceiro (1h22m45s).

"Bom estar de volta as competições. Bom vencer novamente! Primeira vitória do ano na SA Cup", disse Avancini no Instagram.

Para Avancini, a SA Cup foi um preparatório para o Cape Epic 2019. O brasileiro fará dupla com o alemão Manuel Fumic para participarem da prova juntos pela quarta vez.


Leia mais...
 
Copyright © 2021 Foto e Bike.com • Direitos reservados | Escreva-nos: blogfotoebike@gmail.com
Template Design by BTDesigner • Powered by Blogger
back to top